CDS sai do Governo

Passos Coelho demonstrou, no processo de substituição de Vítor Gaspar, a sua "incompetência e incapacidade política". Paulo Portas convoca reunião da direcção do CDS.

A demissão de Paulo Portas em rotura com Pedro Passos Coelho e a insistência do primeiro-ministro nas politicas de austeridade que têm sido seguidas vai levar o CDS a sair do governo, apurou o Expresso.
Para os centristas, Passos Coelho demonstrou, no processo de substituição de Vítor Gaspar, a sua "incompetência e incapacidade política", nas palavras de alto responsável do CDS.
A consumação do divórcio depende agora da comunicação ao país. Se o primeiro-ministro tomar a iniciativa de sair a solução da crise fica nas mãos do Presidente da República.

Para o CDS, está decidido que, com passos Coelho, não há condições para continuar a coligação.

Em Outubro, passado Portas chegou a ponderar sair do Governo e da liderança do partido embora mantendo o CDS na coligação mas agora a demissão de Portas é o prenúncio da rotura da coligação por incompatibilidade com o primeiro-ministro.

Paulo Portas convocou uma reunião da direção do CDS para quarta-feira.

Fonte: Expresso

Noticia submetida a 2013-07-02 17:54:15

Comentários

Sem comentários

Campos com * são obrigatórios.

Partilhar